Sobre o “tem que ter”

Me deparei com esse texto da Carla Lemos, do blog Modices, e não poderia concordar mais com tudo que li. Aliás, fico feliz de ter pessoas como ela que falam sobre assuntos que raramente paramos pra pensar a respeito. Por isso, resolvi trazer essa reflexão pra vocês!

Quem nunca ouviu ou leu em algum veículo midiático que nesta estação você “tem que ter” isso, na próxima você “tem que ter” aquilo; que toda mulher deveria ter no armário tais peças obrigatórias… daí eu pergunto: toda mulher é igual? Uma pessoa que dá aulas em uma academia de ginástica vai se vestir igual a uma que é advogada, por exemplo? E uma engenheira que precisa visitar obras vai se vestir igual a uma editora de moda em seu dia-a-dia? Não, né? Então, porque se sujeitar nos dias de hoje a esse tipo de “ordem” de consumo?

frase2

O mais legal da moda é podermos ser livres, ousar, fazer diferente, fazer igual, não importa, o que é essencial é fazermos o que queremos… e como sempre digo, acredito que nossa roupa é um espelho do que temos por dentro, do que queremos que as pessoas enxerguem. E isso faz com que ela seja um importante instrumento que podemos usar para nos colocarmos no mundo… então como vou deixar decidirem por mim, quando sei que sou capaz de fazer ótimas escolhas, que tenham a ver comigo?

frase1

Use o que quiser, compre o que gostar, se inspire sim nos outros, veja quais são as tendências, as novidades, mas nunca perca de vista você mesma, o que você quer… tudo isso é muito mais importante do que “ter que ter” alguma coisa… até porque, o melhor a gente já tem, que é quem a gente é!

One Thought on “Sobre o “tem que ter”

  1. Pingback: 5 itens indispensáveis no meu armário - Espiral de Estilos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Navigation