Closet Possível

Ter um closet é um desejo entre muitas mulheres, né? Algumas sonham com aqueles enormes e outras preferem espaços mais intimistas. Há algum tempo atrás, Aimee Song, que é uma das blogueiras – e também designer de interiores – mais relevantes no cenário da moda abriu o seu e fiquei apaixonada!

Antes de mostrar, tenho que contar por se tratar de uma pessoa que trabalha com moda, representa marcas e ganha muitas coisas imaginei um closet enorme. Como ela também é designer, esperava um espaço todo planejado e sofisticado. Mas sabe quando nos surpreendemos? Então…

clooser

Cada coisa tem seu lugar, mas a impressão é que foi tudo sendo colocado aos poucos, se encaixando conforme a necessidade e seguindo o estilo dela. Não é aquele espaço que entramos e vemos de cara que tudo foi feito sob medida. 

closet

Pode parecer um pouco bagunçado pra quem está acostumando com o padrão pinterest, mas é um cômodo que usamos todo dia e por isso nem sempre vai estar em perfeita ordem. Quem tem muitas coisas, pode preferir espaços com portas que deixam o espaço visualmente mais limpo, mas pra mim a graça é justamente podermos ver tudo que temos.

Outro toque que dá personalidade ao espaço é o uso das próprias roupas e acessórios como decoração, agregando outros objetos como taças e garrafas.  Cores neutras como cinza e branco ajudam a deixar tudo isso em evidência.

closett

E sabe o que mais gostei no closet da Aimee? É que ele é super possível de ser feito em casa, com 4 peças principais que encontramos com facilidade a venda em lojas físicas ou pela internet. E mesmo que você não tenha um lugar próprio pra guardar suas coisas, uma parede livre já funciona. Olha só:

closet1

  1. Cristaleira: essa da foto é igual a que tenho e uso pra guardar acessórios. Ela funciona bem porque apesar das portas, tudo fica visível. A minha é da Mobly e na época paguei bem barato por ela. 
  2. Prateleiras: são relativamente baratas e uma ótima saída pra abrigar bolsas e sapatos. O bom é que dá pra encontrar diversos tamanhos e espessuras e com certeza vai ter alguma que caiba naquele espaço que você precisa.
  3. Araras de parede: uma ótima opção pra pendurar as roupas são essas barras de ferro que prendem na parede ou então aquelas varas de madeira que podem ser fixadas nas laterias de outros móveis – se você reparar, as da Aimee foram colocadas presas a cristaleira. Tem de todo preço e material e é legal procurar uma resistente pra aguentar bastante peso. 
  4. Estante com nichos: geralmente são usadas pra livros, mas ficam perfeitas pra guardar roupas dobradas também. Tem em várias lojas de móveis e o melhor é que tem preços bem justos. 

Deixei links com opções de lugares que vocês podem achar as peças aí de cima e claro que todas elas podem ser feitas sob medida, mas a ideia aqui é justamente montar um closet gastando pouco, com móveis já prontos e ainda assim ter um espaço funcional e lindo.

O que acharam? Também gostam desse tipo de closet mais aberto? Agora já sabem que é possível sim ter um desse pra chamar de seu pesquisando mais e gastando menos!

Entrando no armário: closet home office

Sempre que converso, leio ou assisto alguma entrevista com pessoas que trabalham em casa, há dois pontos que são quase sempre citados como essenciais: ter uma rotina e ter um espaço que atenda às necessidades. Acredito que a organização e a decoração do nosso home office pode influenciar – e muito – na  maneira com que otimizamos nosso tempo, nos organizamos e desenvolvemos nossas atividades.

Porém, a gente sabe que nem todo mundo tem espaço físico pra montar um super escritório. Sendo assim, hoje trouxe uma ideia muito legal: o closet home office, que nada mais é que um armário – ou algum espaço pequeno – que é transformado em escritório. O melhor é que quando você “chegar” para o trabalho é só abrir suas portas e ao terminar seu horário, você fecha e pronto.

1

As portas de madeira pintadas de azul com puxadores vermelhos ficaram muito fofas, né? E ao fundo a parede amarela ajuda a dar a ideia de um espaço separado e decorado do jeitinho da pessoa. Ao lado, um espaço mais clean, que dá continuidade ao estilo do ambiente em que está. Apesar de pequenos, dá pra ver que cabe o essencial: computador, livros, papéis, canetas e até objetos de decoração!

2

Aqui dois espaços bem diferentes: um todo em branco, super organizado e bem aproveitado e o outro todo azul, papel de parede florido e muita informação visual. Gosto mais do primeiro estilo, mas do segundo eu aproveitaria a ideia de fazer das portas um espaço a mais pra guardar coisas.

7

Um espaço, duas arrumações diferentes: na primeira foto foram colocadas prateleiras laterais embaixo da bancada e na segunda, pra dar mais espaço, elas foram tiradas e substituídas por um revisteiro. Prefiro a primeiro opção com prateleiras, mas gostei mais da segunda cadeira. E queria muito saber onde vendem esses porta-canetas que sempre vejo em fotos de decoração… são práticos e lindos!

3

Outro espaço branco e aqui dá pra ver melhor a ideia de aproveitar as portas como espaço útil. Ao lado, parede verdinha com armários escuros, que achei bem bonito e o espaço bem distribuído. Olha quantas prateleiras e gavetas?! Se considerarmos o espaço compacto, é bastante!

4

Minha cor preferida da vida: roxo! E com as portas cinzas então, adorei! Dá pra ver que apesar de pequeno o espaço foi todo pensado – o gaveteiro, a lixeira e o porta-canetas combinam entre si e o contraste ficou por conta do fundo verde claro e das portas. Ao lado um espaço simples, mas gostei bastante dos detalhes em azul, que fazem toda a diferença no espaço.

5

P&B não pode faltar, né? Esse aí é mais despojado e foram adicionados elementos mais detonadinhos e vintages que deram um charme especial. Ao lado, de novo aquela ideia do papel de parede e móveis combinando, mas dessa vez foram colocados pontos de contraste, como o verde x rosa, a prateleira e a cadeira brancas, a lixeira e puxadores escuros.

6

Na primeira imagem, um espaço bem feminino e até adolescente: ele é maior do que os que vimos antes e por isso deu pra colocar muita coisa – dentro do armário tem outro armário menor e ao lado prateleiras, mesinha e tudo mais. Adorei também a combinação de rosa, verde e branco e o mix de estampas da cadeira e das latas! E o outro espaço, bem mais clean, só consigo pensar na palavra aconchego. Ele não só tem um espaço de trabalho, mas também um de descanso.

8

E por último outro home office com papel de parede, mas esse eu gostei bastante, porque foi combinado a elementos mais neutros como as prateleiras e cadeira brancas e o arquivo e lixeira cinzas.  No espaço ao lado, tudo bem simples, o destaque fica por conta da cadeira.

Achei super charmoso e é uma ideia a ser levada em conta pra quem precisa de um escritório e tem um espaço pequeno em casa que não estava sendo aproveitado. O que vocês acham?

Armário cheio x funcional

Sem-Título-2

Lembram desse post onde contei sobre minha meta de poupar mais esse ano para realizar coisas que sempre quis e acabo deixando pra depois? Pois é, uma das coisas que percebi, é que pra gastarmos menos com roupas, sapatos e acessórios, precisamos ter sempre um armário organizado.

Pode parecer besteira, mas um armário muito cheio aumenta nossa sensação de “não termos nada para vestir”, pois acabamos usando só as roupas que estão mais visíveis e esquecemos de outras que ficam escondidas no fundo das prateleiras ou gavetas. Quem nunca achou uma peça que nem lembrava que tinha em um dia de arrumação?

Como segunda-feira eu entro de férias – ebaaaaaaa!- está aberta a temporada de organização aqui em casa! Procurei algumas dicas para termos um armário mais funcional que vou dividir hoje com vocês e depois mostro o antes e depois do que eu fizer aqui no meu, tá?

No geral:

  • Antes de começar a arrumar, tire tudo do armário e separe sempre suas roupas, sapatos, bolsas e demais acessórios em três pilhas: guardar, doar e arrumar. Essa última é para aquelas peças que precisam de conserto e que só devem voltar para o armário depois de prontas, assim a gente não esquece de arrumar.
  • O que você usa com mais frequência deve ficar mais acessível, mas sem esconder nada, tudo precisa ser visto para não correr o risco de não ser usado.

Roupas:

  1. Experimente todas as peças e decida o que vai e o que fica. Com o tempo, nosso gosto sempre muda e aquela roupa comprada por impulso ou porque era o hit da estação pode não ter mais nada a ver com a gente. Neste momento, adote o seguinte pensamento: se em um ano você não usou a peça pelo menos 1x, é provável que não vá usar mais! 
  2. Compre cabides do mesmo tamanho e cor, isso deixa o armário visualmente mais harmônico e facilita na hora de organizar. O ideal é que cada peça fique em um cabide, mas se não der, agrupe por peças do mesmo tipo, assim você saberá o que está por baixo.
  3. Separe tudo que está na pilha de guardar em categorias: roupa de frio, de calor, de ficar em casa, de festa, de trabalho. Depois decida onde vai ficar cada tipo: calças, blusas de manga curta/longa, vestido curto/longo, etc… Dessa forma, você já vai saber onde está cada coisa na hora de se arrumar.
  4. Agrupe as peças por cor, assim quando for montar um look você já sabe o que precisa e onde pegar.
  5. Lembre-se que roupas de tricô, por exemplo, não podem ser penduradas para não deformar.

Sapatos:

  1. Guarde sempre o par junto, isso evita que você fique procurando onde está o outro pé na hora de sair de casa.
  2. Separe por grupos, assim como as roupas: salto, sapatilha, tênis, botas, chinelos… Depois por frequência de uso e cor. Por exemplo, no meu caso, sandálias de festa e botas de cano alto são menos usadas que sapatilhas. E as sapatilhas de tons neutros, por sua vez, são mais usadas que as estampadas, por isso coloco elas mais visíveis e fáceis de pegar.

Acessórios:

  1. Separe: bijuterias de festa, brincos pequenos/grandes, cordões pequenos/longos/maxi colares, anéis, pulseiras e relógios. Guarde em caixas, saquinho, gavetas, o que achar melhor, mas sempre em grupos.
  2. Bolsas: coloque enchimentos para evitar que percam o formato e separe por cor, formato e/ou tamanho. 

 Obs:

  • Mantenha seus sapatos e bolsas sempre limpos. Como são itens que não lavamos a cada uso como as roupas, podemos deixar para higienizar depois e na hora de usar, encontrarmos alguma mancha ou sujo. Eu, por exemplo, vivo tendo que limpar manchas de jeans das minhas bolsas.

E não se esqueça: quanto mais organizado seu armário ou closet estiver, mais você vai ver e usar o que você tem e menos vai sentir necessidade de comprar.

Por hoje essas são as dicas que pesquisei por aí. Daqui a uns dias mostro pra vocês como fiz minha organização!