Coleção Maria Filó para C&A

Já tinha contado nesse post aqui que dia 19 teríamos Maria Filó para a C&A. É a segunda parceria que a marca faz com a fast fashion e a primeira eu amei, comprei 2 peças que uso até hoje e por isso fiquei curiosa para ver de perto as peças e saber se eles manteriam o bom custo-benefício.

Essa terça-feira foi corrida e só consegui ir a C&A do Independência Shopping no meu horário de almoço, por isso não deu pra fotografar nada, e tive menos de uma hora para ver e experimentar. Como a coleção já estava a venda online, eu olhei as peças antes e já cheguei pegando as que queria, dei uma olhada geral e fui pro provador.

mf

De início já falo que adoro quando as coleções têm etiquetas e cabides próprios, pois isso mostra um cuidado a mais – já teve coleções que eles não fizeram nem um, nem outro – que acho muito importante.

As peças que eu queria: o oxford dourado que amei e já me imaginei usando com várias produções e dois vestidos – o longo do primeiro look e o curto do look do meio, ambos com essa estampa super fofa aí embaixo.

mf2

Como eu já previa, o oxford não tinha. Os dois vestidos eu peguei no meu tamanho usual e deram certo. Comprei o longo que é lindo, mas acabei desistindo do curto, pois já tenho vários nesse modelo. E essa estampa com certeza foi a que eu mais gostei.

mf5

As peças burgundy e pretas: eles brincaram muito com texturas – renda, tricô, veludo, jeans, brim, viscose – e misturá-las é uma boa estratégia pra conseguir um look mais interessante. Minha irmã experimentou esse quimono da primeira produção e achei lindo (tinha preto e bege). Não curto muito veludo, mas vi várias pessoas experimentando e levando as peças, que estavam vestido muito bem.

mf1

As estampas florais: confesso que não me chamaram muito a atenção – em coleções regulares da C&A eles estão com estampas mais interessantes que essas aí – a não ser pela saia longa, que achei bem bonita, e cheguei mais perto para ver: ela tem um tecido enrugadinho e é bem encorpada, mas não experimentei.

mf6

As calças jeans estavam com modelagem e lavagem bonitas e vi muita gente levando, então pra quem está procurando uma, quem sabe vale a pena experimentar? Tem rasgadinha, skinny, flare e além delas têm também as de tecido – lisas e estampadas.

O casaco do penúltimo look que todo mundo queria não tinha, mas o colete tinha e de verdade acho que não vale o preço, mas quem quiser mesmo assim, a Ana – do HojeVouAssimOff – mostrou no instagram que tem dele na Renner e no Aliexpress.

mf3

Depois da P&B, essa foi a estampa que mais gostei: a saia é fofa e com um tecido bem grossinho. Queria ter experimentado esse casaquinho do último look, mas não tinha. O vestido longo também achei bonito, vi várias pessoas experimentando, mas não gosto muito dessa manga. A calça pantalona de cintura alta fica linda no corpo, alonga e deixa o visual bem elegante.

mf4

Lingeries: o que achei mais legal foram os sutiãs de renda, que dá pra usar aparecendo por baixo de camisetinhas e blusas mais transparentes, mas não tem bojo e marcam bastante.

mf8

As bijus: não tinham todas na loja aqui de JF quando cheguei, mas as que vi achei OK e só. Nada diferente do que já vemos por aí e a qualidade não é muito boa, são aquelas que acabam escurecendo com o tempo.

mf7

Os cintos: separei alguns modelos, mas tem outros. Estão bem bonitos, principalmente o segundo, mas achei o preço dele bem salgadinho – R$ 79,90. Tenho um parecido que comprei na coleção da Santa Lolla para C&A e custou bem mais barato. O último douradinho eu experimentei, mas ficou muito curto pra mim, acho que se tivesse ficado com os tassels caidinhos eu teria levado.

mf10

As bolsas: geralmente são as peças que mais me chamam atenção, mas dessa vez não foi assim. Vi que muita gente gostou das de saco com tachinhas e os tassels coloridos, mas não achei nada demais. A primeira de spikes é igual a uma que vi na Zara e tanto ela quanto esse modelo do meio são vendidos no Aliexpress por um preço bem mais amigo e diversas cores.

mf9

E por fim os sapatos: aqui em JF tinha as sandálias de salto e as botas. A preta de tachinhas está bem bonita e acho que é uma peça que faz diferença em uma produção, mas é a mais cara da coleção e não acho que vale os R$269,90. Amei mesmo o oxford e o mocassim, mas não tinha nenhum dos dois.

Resumão: as peças estão bonitas, bem acabadas, com bons tecidos e estão vestido bem, mas acho que nem todas valem o preço que estão custando, por isso preferi comprar só o vestido longo que achei lindo, diferente e vou usar muito.

Desculpem o post enorme, mas queria mostrar o maior número possível de peças e minhas impressões. Alguém foi lá conferir? Me contem o que acharam!

Fast fashions e suas novas coleções

Já falei de algumas coleções especiais de lojas como C&A, Leader e Riachuelo aqui no blog algumas vezes e tá ficando cada dia mais difícil acompanhar tanta novidade. Acho que todo mês é lançada pelo menos uma dessas coleções em parceria com marcas ou celebridades. E claro que já temos novas em vista! 

Começando pela coleção Giovanna Antonelli para Leader, que será lançada dia 24 de abril, ou seja, nesta sexta-feira. 

clogio

As peças ainda são desconhecidas, mas soltaram no instagram a paleta de cores e estampas que me agradaram bem mais que as da Marina Ruy Barbosa que mostrei pra vocês aqui.

clogio2

Espero que a qualidade também seja melhor! O legal da Leader é que as coleções especiais chegam em todas as lojas e no mesmo dia, assim todo mundo pode conferir.

A segunda é a coleção da Maria Filó para a C&A. Se não me engano, acho que essa foi a primeira parceira feita entre uma marca e uma fast fashion, em 2012. Chega às lojas no dia 19 de maio, uma terça-feira – que é sempre o dia da semana em que são lançadas as parcerias na C&A.

colfilo

Na primeira coleção, lembro de ter ido à loja por acaso – não havia divulgação como são feitas hoje – e saí de lá com duas peças que estão intactas e que uso até hoje! Comprei um colete de couro super lindo e um vestido longo que tem uma estampa maravilhosa.

colm

A proposta da Maria Filó nesta segunda coleção é um pouco diferente: seguindo o “amadurecimento” pelo qual a marca passou, as peças serão voltadas para um público menos jovem que a primeira, com roupas mais sóbrias e sofisticadas. Já to gostando!

E a C&A não para! Por último, mas não menos importante, a que promete ser a coleção mais bombada dos últimos tempos: Kim Kardashian para C&A. Respira, não pira, você não leu errado! A parceria já foi confirmada e ela vem em maio para o Brasil lançar sua coleção.

colkimAs peças ainda não foram divulgadas, mas se tratando da Kim a gente sabe que pode esperar muitas roupas justas, decotes, transparências e sensualidade.

Ufa! Confesso para vocês que já não fico tão animada assim com essas coleções, pois muitas delas ultimamente estão deixando a desejar e trazem até mesmo peças inferiores na qualidade ou no design do que as coleções regulares destas lojas. Mas não custa ir lá conferir e contar tudo aqui pra vocês, né?

O que acharam das coleções que vem por aí?

Leader by Marina Ruy Barbosa

As parcerias entre marcas, estilistas e personalidades com as fast fashions não são mais novidades, né? E o ano mal começou, já estão sendo anunciadas algumas delas e outras já estão indo pras lojas. É o caso da coleção da Marina Ruy Barbosa para a Leader, que chegou às lojas da rede nesta quarta-feira, 25.

As fotos são do site – que está vendendo a coleção online, mas fui ao Independência Shopping mais cedo conferir de pertinho e no final do post conto minhas impressões.

blog1

Essa é a capa do catálogo.. achei bem produzida e bonita!

blog2

A coleção conta com seis estampas, além de peças lisas em branco, amarelo e azul marinho.

blog3

Essa foi a estampa que achei mais legal. Fiquei curiosa para ver como essa calça flare fica no corpo, mas tive muita preguiça de experimentar e também não curto muito calças com essa lavagem mais manchada na perna.

blog4

Já o macaquinho eu experimentei, mas achei que não vestiu bem e confesso que tenho um pouco de implicância com essa manga mais ampla.

Dá pra ver que as peças chaves da coleção estão bem no shape dos anos 70, né?

blog5

Essa saia longa é bem bonita e o tecido tem um toque gostoso… se eu não tivesse comprado uma parecida, inclusive na própria Leader recentemente, teria experimentado.

blog6

Achei o modelo dessa blusa aí de cima bem bonita, mas de novo tem as mangas que não curto… o vestido do meio é bonitinho, mas nada que a gente já não veja por aí, né? E o longo tem uma modelagem que não costuma vestir bem em qualquer pessoa. Tem que experimentar mesmo pra ver – aliás, sempre devemos experimentar uma roupa antes de comprar, assim tem menos chance de levarmos algo que vai ficar parado no armário depois.

blog7

Gostei da estampa azul com flores amarelas no quimono, mas nos vestidos ficou um pouquinho sem graça… talvez porque eu esteja numa fase de quimonos mesmo e por isso olhe pra eles com outros olhos! E eles são mais curtinhos, perceberam?

blog8

Essa camisetinha do meio estava disponível nos diversos prints da coleção e esse short rosa não cheguei a ver por lá.

blog9

Das peças que experimentei, a blusa jeans foi a única que realmente cogitei trazer pra casa, porque apesar de bem fininha, adorei essa lavagem clara e os botões dela são rosê, super lindos… Uso muito essa peça e com uma calça jeans escura dá pra fazer um look all jeans bem charmoso! Só que a G ficou grande e a M não ficou certinha… segurei ela por um tempo, mas desisti e acabei deixando pra trás. 

Esse “colete” verde militar também me chamou atenção no catálogo, mas ao vivo é uma blusa acinturadinha com um tecido beeeeem fininho e tem uma modelagem super estranha.

blog10

E as peças em azul marinho: não achei nada de muito diferente do que já vemos na loja em coleções regulares e até cheguei mais perto pra ver esse último vestido, levei ele pro provador, mas odiei no corpo – além de ter de novo aquela manga que me incomoda.

Como vocês devem ter percebido pelos comentários, apesar de ter experimentado 5 peças, nenhuma delas veio pra casa comigo. O maior problema é que pra mim as peças estavam super caras para a qualidade dos tecidos e as modelagem deixaram muito a desejar… vi algumas pessoas levando peças pra casa e talvez por não ter um estilo gypsy – e os anos 70 não serem nem de longe minha década preferida na moda – nada tenha me encantado a ponto virar uma comprinha.

Sobre os acessórios: no catálogo estavam bem bonitos, mas ao vivo eram de materiais bem grosseiros e pra mim não valem o investimento. Já as sandálias plataformas de corda estão bonitas, vi em rosa e em azul marinho… se alguém estiver procurando por algo assim, dá uma olhada lá!

No geral, sei que a Leader é uma das lojas mais populares se compararmos com C&A e Riachuelo, por exemplo – que fazem essas mesmas parcerias. Mas ainda assim, as coleções regulares de lá tem peças com boa qualidade, sempre faço meus achados na loja aqui de Juiz de Fora e comparando à coleção da própria Leader com a Helena Bordon no ano passado, os preços eram bem próximos, mas a qualidade diferente, pois tinham tecidos bem bons, modelagem ok e estampas diferenciadas!

Então o problema foi realmente o custo benefício, que pra mim não fechava, entende? É o tal do consumo consciente que falo tanto aqui no blog e com ele que vejo que estou no caminho, cada dia aprendendo a pesar melhor minhas escolhas

Alguém foi lá ver? Me contem se concordam comigo ou se estou ficando exigente demais – Rs!