Dica de Leitura: A garota que você deixou para trás | Jojo Moyes

Quando estava na escola tinha o costume de devorar de 3 a 4 livros por mês – juro! Sempre amei ler, mas quem faz faculdade de Letras sabe que temos tanto material, que as leituras por prazer acabam ficando meio de lado e perdi minha frequência de leitura. Mas que hábito que me faz falta viu? Por isso, uma das resoluções para 2016 era ler mais, nem que fosse um só livro por mês. E to indo bem. Já coloquei algumas leituras atrasadas em dia e to fazendo minha fila literária andar um pouco mais rápido – e ainda assim ela tá enooorme :/ 

Vamos ao que interessa, que é falar do livro de hoje. Alguém conhece a Jojo Moyes? Ela é uma jornalista inglesa que tem feito muito sucesso com oComo eu era antes de você– história super fofa que virou filme e estreia em breve. Só que comprei primeiro um outro título dela e não me decepcionei.

frente2

Na primeira parte de  “A garota que você deixou para trás” conhecemos Sophie Lefèvre, sua força e coragem de manter família e amigos de pé frente a Primeira Guerra Mundial, sem perder as esperanças de rever o marido que luta no front. Sabe aquelas personagens que amamos logo de cara? Pra mim foi assim com Sophie e quando já estava apaixonada por ela e querendo saber mais e mais sobre sua história começa a parte dois e quem entra em cena é Liv Halston e sua vida Londrina nos anos 2000. Ela é aquela personagem que vai te conquistando aos poucos, então dá uma chance, ok?!

costas

Logo me perguntei como aquelas duas mulheres tão diferentes e separadas por tantos anos poderiam ter algo em comum, mas é aí que está o encanto desse enredo. Quando as duas histórias começam a ser costuradas não dá mais para parar de ler e  Jojo Moyes deixa em cada fim de capítulo uma surpresa diferente, daquelas que faz a gente prometer que vai ler só mais um pouco, mais um pouquinho….

Unidas por uma pintura, Sophie e Liv veem suas vidas tomarem rumos inesperados e a partir daí elas não só estão ligadas, mas precisam lutar pelas suas crenças mesmo que todas as chances estejam contra elas. “A garota que você deixou para trás” é um livro que fala de amor, mais muito mais que isso, é um livro sobre duas mulheres surpreendentes que nos fazem questionar o que faríamos e até onde chegaríamos por algo que amamos.

Não quero deixar spoilers aqui, mas posso dizer que esse livro já está entre um dos meus queridinhos e recomendo demais! Alguém já leu? Me contem e deixem sugestões de livros que vocês amam pra eu ler também 🙂

Dica de Leitura: A Parisiense – o Guia de Estilo de Ines de la Fressange

Como foram de fim de semana? Para começarmos bem a segundona, hoje tem Dica de Leitura bem legal para que gosta de moda e de viajar!

1

A sinopse: “Quais são os segredos do bom gosto parisiense? Ines de la Fressange – ícone da elegância na França – conta o que aprendeu sobre estilo e beleza durante décadas de experiência na indústria da moda. Ela dá conselhos de como se vestir à moda das parisienses e sugere um guarda-roupa que, a partir de sete itens básicos e bons acessórios, garante produções práticas e elegantes. Suas fontes preferidas para verdadeiros achados e soluções de vestuário, beleza e decoração  – disponíveis on-line e em Paris – são acompanhadas por fotografias de moda nas quais sua filha é a modelo, e de instantênos e desenhos encantadores assinados pela própria Ines.”

2

Como o nome já diz, “A Parisiense – O Guia de Estilo de Ines de la Fressange” é um guia com várias dicas: como se vestir ao estilo parisiense, como as mulheres francesas cuidam da beleza, como decorar sua casa e quais os melhores lugares para comprar, visistar, se hospedas e comer em Paris.

Confesso que livros sobre como se vestir não são muito interessantes pra mim, pois não levam em conta o estilo pessoal, o tipo de corpo, a cor da pele e do cabelo e outros fatores que influenciam nas escolhas que fazemos. Acredito cada dia mais que não existem regras ao se vestir, o que importa é o que fica bem na gente, o que nos faz sentir melhor e uma pitada de bom senso, claro!

Mas para quem, como eu, consegue ler guias sem achar que deve seguir tudo a risca, algumas dicas que ela dá são legais sim e podem ser adaptadas pro estilo de cada um.

3

O que mais gostei no livro então? Com certeza foram as dicas de decoração, de restaurantes, de hotéis e lojas que estão fora do circuito turístico de Paris. Por isso, para quem está de viagem marcada ou desejando ir para a cidade luz e gosta de conhecer lugares queridinhos pelos locais, vão gostar também.

E para quem ainda não está pensando em embarcar em um voo Brasil – França, Ines dá dicas de sites para compras online – segurem os cartões de crédito… Rs!

Alguém já leu? O que vocês acharam?